Espirais

cães no sangue a ferver
saímos vítimas do ritmo frenético que agita toda a cidade engolida por dias
leva-me onde exista pureza
mesmo na violência que extirpa todos os males
aqui o reino do silêncio salvo os ecos longínquos
e decrescemos sem o saber
agarra o momento de sol na colina ondulante pois
a haver inimigos estarão ao longe
reconhece-me em alguém bom
livre de cicatrizes
e já não seremos senão esperança

“não tens a sensação de repetir a mesma vida todos os dias e que imperceptívelmente te vais apagando?”

ainda nem atingimos o medo menos ainda a morte
senta-te afogada entre o branco da cozinha na dura madeira embalada pelo zumbido eléctrico do frigorífico e bebe comigo sem olhar pela janela por onde os outros agonizam a paz e instilam o nosso ódio e eu sei que sou mesquinho e vingativo como os outros insignificantes demónios tresmalhados mas só violando a santidade da pele sinto a vida borbulhar no interior

quando o o desejo explodiu em pedra cujos estilhaços atingem tudo em nosso redor desregramos o passado

o relógio grita agora dez horas e sai fumo do chão porque somos demasiados e demasiado jovens para sorver a dureza da dor semeada
alimentamos os animais vadios com os nossos próprios ossos e partilhamos o plasma como uma ceia final
apressando-nos sempre sem razão definida e tu tens a saudade do teu lado
eu regrido sem lembrança e
quando regressamos?

tudo permanece

tudo permanece
e aprendemos como os que não possuem alternativa
a absterem-se do fascismo quotidiano
da nossa casa ser de betão
de que o coração cessa de bater sem aviso
e a escassa beleza que sobra
esvai-se com tanta fragilidade
como a respiração

quero carne fumegante
e exércitos sobre ti
quando te horizontalizas
pequena e breve
fantasia totalitária

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s