inércia

a estrada cresce sem nós
porque somos o nada
escreve-se devagar como movimentos distantes
o tempo que arrefece
o vento que assobia
numa montanha de solidão encosta escorregadia e plena de sombra
sem a qual não se percebe o fim
tanto como o serpentear do corpo reboliço de cristal
implodindo em luz nos becos
benção dos desafortunados e também minha
prolongando-me em violência

sabe que superas tudo
que não existem respostas
e a maré devolver-te-á sempre a mim
ao longo dessa encosta muda e histórica dentro do temporal,
abertas por entre o crepúsculo
as trevas
onde nos enamoramos ou desertamos

não dormir ou comer como se a própria invulnerabilidade
marchasse sobre o chão onde desistem os moribundos
sem as horas passarem

deixa a cortina fechada baloiçando provocadoramente em
flashes intermitentes
e adivinha o exterior
na antecipação na desilusão
se acordares na ilha do sono
tudo fluturará descoordenadamente
talvez seja isso a liberdade
mas escoa pelos laços fora pelas teias
colidindo com pequenos objectos naufragantes
compassados pelo burburinho maquinal incessante
que não nos solta
embalo adjacente ao ritmo da linha de produção
e na mente exterior o agravamento o encadeamento
do acumular de palavras-ideias-memória
desgastando até a rotina até o memorial
chegando as dores serão só uma nova rendição
mas enraivecidos pelo furto e pelo vazio oco que nos deixaram
chegará, então, a hora de agir?

“eu ajo” e envolves-te no próximo corpo
esperando a revelação
quando recebes apenas um novo anonimato
os beijos perdem-se ou então
perdem o significado
desencontra-mo-nos sempre
lágrimas e pedra fundidas
o medo dos outros materializado em inércia

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s