Habitações

A  casa
é pequena mas
grandiosa e
tem recantos
desconhecidos,
beleza imperceptível
na pressa e
fealdade dissimulada
pelos hábitos
há gente que conhece
ancestrais segredos
da terra mas que
ninguém escuta na
escravidão obsessiva
artificial
exterior
nela há amostras
do mundo todo:
enigmáticas florestas
esotéricas montanhas
as praias das infâncias
desertos impolutos
legiões de cidades
exércitos de viaturas e
o equilíbrio dos lugares
onde o abandono da
natureza e do homem
coexistem à deriva
a casa é ignorante
do poder que detêm e
age apenas por emulação
deixando falecer toda
a história e cultura
de valor para sob
esse cemitério
estruturar facilitismos
e cárceres espirituais
que encerram os habitantes
em coreografias de
competição homicida
desfazendo o lar como
água escorrendo pelo ralo
finalmente desaguando
num esgoto
finalmente desembocando
num oceano
de genérica
imundice e desperdício

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s