Giram

Uma seta de luz
frenética veloz
irrompe pela noite
transportando os nossos demónios
em busca do receptáculo
para procriar

longe das cidades
dançam-se danças de
adoração
aceleradas até ao
impossível,
falam-se línguas mortas
num transe feito
crescendo que
enrola todo o mundo
em sua volta
anarquiza e desordena
a lei e a ordem de
todas as coisas
gritos imperceptíveis são
ordens sexuais que
atraem as gentes,
moldam os desertos
desertificam cidades e
em breve esse
ritual hipnótico
é feito por todos.

revoltam-se os
tempos e os
espaços e os
homens-macacos
giram

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s